A ARPE – Associação de Reformados e Pensionistas de Torres Novas – é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), reconhecida como Pessoa de Utilidade Pública, e foi fundada em 28 de março de 1996, por 112 sócios. A Associação conta, atualmente, com 393 associados efetivos e 99 associados auxiliares. O principal mentor da associação foi o ativista social Francisco Canais Rocha que aceitou o desafio do seu amigo José Duarte da Piedade e contou, desde o início, com a colaboração dum numeroso grupo de voluntários. Mercê da sua atividade, a ARPE beneficia, desde a sua fundação, do apoio da Câmara Municipal, sob a forma de subsídio institucional e de apoios pontuais da Junta de Freguesia. A ARPE é membro do Conselho Local de Ação Social (CLAS) e de várias associações suas congéneres tais como a UDIPSSS (União Distrital das IPSS de Santarém) da CNIS (Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade) e da RUTIS (Rede das Universidades da Terceira Idade). É também membro de outras coletividades complementares à sua atividade tais como a CPCCRD (Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto) a qual integra a U.C.A.T.N local (União das Coletividades e Associações de Torres Novas). Em 1998, foi fundada a Universidade da Terceira Idade, da ARPE (UTIARPE), à qual foi atribuída a denominação de UTIARPE. Recentemente, o nome da Universidade foi alterado para Universidade Sénior Francisco Canais Rocha, da ARPE (USFCR).

Objetivos da ARPE

O objetivo principal da ARPE é construir o Centro Social Torrejano, num terreno cedido pela Câmara Municipal, na Quinta da Lezíria, cuja escritura de cedência já se encontra efetuada. O Centro Social Torrejano terá fundamentalmente três valências: Centro de Dia, Centro de Convívio e Apoio Domiciliário.

Para além do seu objetivo principal, a ARPE também persegue outros objetivos igualmente importantes tais como a promoção de iniciativas e atividades de natureza educativa e sociocultural, assim como ações de proteção da saúde, nomeadamente, através de cuidados de medicina preventiva e cuidados de enfermagem. Nestas áreas, o seu objetivo final é fomentar e apoiar a plena integração e participação dos reformados e pensionistas do Concelho de Torres Novas, na vida da sociedade, assim como contribuir de forma relevante para o seu bem-estar físico e psicológico. Nesse sentido, a ARPE tem vindo a celebrar alguns acordos e protocolos com diversas entidades os quais se destinam a favorecer a situação social, económica e cultural dos seus associados.

ÓRGÃOS SOCIAIS DA ARPE

Quadriénio (2019 a 2022)

Assembleia Geral

Maria José Carreira

Presidente

Orlando Alves Pereira

Vice-Presidente

Ana Antónia Carapeta Ramos Maia

Secretária

Beatriz Ferreira Silva Ramos

1º Suplente

Rui Manuel Machado da Fonseca Jorge

2ª Suplente

Direção

Liliana da Silva Violante Mineiro

Presidente

João Joaquim Silvestre Vidal

Vice-Presidente

Maria Antónia Rodrigues de Sousa

Tesoureira

Maria de Fátima Sénica Maia Vieira

Secretária

Luís Manuel Ramos Faria Lobo

Secretário adjunto

António Augusto Lopes Coelho

1º Suplente

Maria Filomena Cardoso Inocêncio

2ª Suplente

Maria Olinda Gaspar Pereira Ribeiro

3ª Suplente

Conselho Fiscal

Eugénio Manuel Vieira dos Reis

Presidente

Maria de Fátima Diegues

Secretária

Carlos Manuel Vicente Rosa Ferreira

Relator

Manuel Alves Barbosa

1º suplente

Filipe Borges de Sousa

2º suplente